25/05/2005

Sopranos #6: Beverly Sills (1929-)

Beverly Sills, soprano americana, nasceu Belle Miriam Silverman a 25 de Maio de 1929. Os seus talentos vocais cedo chamaram a atenção, e levaram a que, com apenas 7 anos, começasse a ter lições de canto com Estelle Liebling (1880-1970).


Beverly Sills

A sua estreia operática aconteceu apenas em 1948, como Frasquita, na ópera Carmen, de Georges Bizet (1838-1875). Em 1955 deu-se a passagem para a Ópera da Cidade de Nova Iorque, e a sua estreia com o papel de Rosalinde na ópera Die Fledermaus, de Johan Strauss II (1825-1899).

A fama e o reconhecimento internacionais só viriam uma década mais tarde, contudo, com o papel de Cleópatra na ópera Giulio Cesare, de Händel (1685-1759). Além deste, há outros dois papéis que lhe assentavam que nem uma luva: Elizabeth, da ópera Roberto Devereux, de Donizetti (1797-1848), e Thaïs, da ópera com o mesmo nome de Massenet (1842-1912).



Em 1979 assumiu a direcção geral da Ópera de Nova Iorque, e no ano seguinte abandonaria de vez os palcos.

Preferiu sempre os palcos ao estúdio de gravação (chegou a afirmar que odiava gravar), pelo que não é de estranhar que as melhores gravações disponíveis tenham sido efectuadas ao vivo.

DVD



Gaetano Donizetti
Roberto Devereux.
Beverly Sills, John Alexander, Susanne Marsee, Richard Fredricks
New York City Opera
Julius Rudel
Video Artists International VAI 4204

CDs



Georg Friedrich Händel
Giulio Cesare.
Beverly Sills, Norman Treigle
New York City Opera Chorus and Orchestra
Julius Rudel
RCA Victor GD86182

Jules Massenet
Thaïs.
Beverly Sills, Montserrat Caballe, Victoria de los Angeles, Nicolai Gedda,
Jessye Norman, Kiri Te Kanawa
New Philharmonia Orchestra
Lorin Maazel
EMI Classics CMS5 65479-2