26/08/2008

CDs #177: Vaughan Williams, Willow-Wood

A obra mais conhecido do poeta norte-americano Walt Whitman (1819-1892) é Leaves of Grass, uma colecção de poemas que começou por editar em 1855, e de que foi sucessivamente lançando novas edições durante mais de 35 anos. Esta obra sempre foi da predilecção do compositor inglês Ralph Vaughan Williams (1872-1958) que, na primeira década do século XX, utilizou vários dos seus poemas em algumas das suas composições. Logo a começar pela A Sea Symphony, de que falámos aqui em Outubro do ano passado.

Ainda dessa altura é Toward the Unknown Region, uma Canção para Coro e Orquestra, como Vaughan Williams gostava de a apresentar, com base no poema homónimo de Whitman, retirado, mais uma vez, das Leaves of Grass. Apesar de começada depois d'A Sea Symphony, esta obra vocal foi terminada antes, e teve a sua estreia a 10 de Outubro de 1907. Numa década em que se dedicou muito do seu tempo a escrever canções, Toward the Unknown Region representou o seu maior sucesso nessa época, isto cerca de um ano antes de se mudar para Paris para estudar com Maurice Ravel (1875-1937).

Das obras que fazem parte deste disco há duas que foram estreadas por Adrian Boult (1889-1983), um maestro inglês que tem sido visita recorrente aqui do burgo: Five Variants of Dives and Lazarus, cuja estreia teve lugar em Nova Iorque a 10 de Junho de 1939, e The Sons of Light, estreada no Royal Albert Hall de Londres no dia 6 de Maio de 1951.

Ralph Vaughan Williams faleceu há 50 anos, no dia 26 de Agosto de 1958.




Vaughan Williams
Toward the Unknon Region. Willow-Wood.
The Voice Out of the Whirlwind.
Five Variants of Dives and Lazarus.
The Sons of Light.
Roderick Williams (barítono)
Royal Liverpool Philharmonic Choir
Royal Liverpool Philharmonic Orchestra
David Lloyd-Jones
Naxos 8.557798
(2005)


Internet

Ralph Vaughan Williams
Ralph Vaughan Williams Society / Classical Music Pages / Boosey & Hawkes / Wikipedia / Naxos / Classical Net

2 comentários:

  1. Gosto muito do teu blog. Deixo um modesto regalo do lado de cá do Atlântico:

    http://blog.joseeduardomartins.com

    ResponderEliminar
  2. Obrigado. Já visitei o seu blogue, que achei excelente. Já adicionei igualmente um "link" no desNorte, na secção de blogues brasileiros.


    Cumprimentos,

    Heitor

    ResponderEliminar